Notícia

Saiba como é medida a qualidade da água que você consome

portfolio7
Em Três Rios, 99% da população conta com o serviço de abastecimento de água fornecido pelo Saaetri. A autarquia trata, em sua principal estação, a ETA Cantagalo, 24 mil litros de água por minuto. 
 
Captada em sua forma bruta do rio Paraíba do Sul, a água precisa passar por etapas de tratamento para que se torne adequada ao consumo humano. E, para garantir a eficácia desse processo, é necessário um monitoramento da qualidade do recurso.
 
O Ministério da Saúde estabelece parâmetros de potabilidade para que a água não ofereça riscos à saúde. Mesmo após completar as fases do tratamento (coagulação e floculação, decantação, filtração, desinfecção e fluoretação), o Saaetri avalia a cor, a turbidez, o pH, o residual de cloro livre, bem como detecta a presença de bactérias na água. Tudo isso para assegurar não somente o cumprimento de normas, mas a qualidade de vida e a saúde de todos, já que a água contaminada pode causar uma série de doenças e complicações.
 
"Nas estações do Saaetri, contamos com um conjunto de atividades exercidas pelos nossos profissionais, que monitoram a qualidade da água a cada hora. Assim, além de verificar, mantemos o fornecimento de uma água potável", disse o diretor da autarquia Alberto dos Santos Lavinas. 
 
O Saaetri também possui pontos fixos de coleta de amostras, retiradas diretamente da rede, ou seja, antes de o recurso entrar em contato com as caixas d'água. Essa prática, realizada periodicamente, mantém a frequência do controle de qualidade. Por mês, são realizadas em torno de 134 amostras. Os relatórios das análises são enviados para o Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água Para Consumo Humano (Sisagua), instrumento que auxilia o gerenciamento de riscos à saúde associados à qualidade da água destinada ao consumo. Além disso, os resultados da inspeção são inseridos nas contas de água e disponilizados aqui.
 
Outro processo adotado nas estações de tratamento é a lavagem semestral dos decantadores para a remoção de barro e lodo. Já os filtros são limpos diariamente por retrolavagem. 
 
Em períodos em que o rio apresenta maior índice de resíduos e poluição, as equipes do Saaetri se mantêm alerta e redobram os cuidados. De acordo com Angélica Castanheira, química da autarquia, a água do município atende a toda legislação vigente e aos padrões de potabilidade. Portanto, não oferece riscos à saúde e é de boa qualidade. 
 
"A água fornecida pelo Saaetri já foi eleita pelo povo como a melhor água da região. Trabalhamos para manter esse padrão e primamos pela qualidade de vida da população. Esse reconhecimento é importante, inclusive, para que possamos utilizá-la de forma racional e consciente", completou Alberto Lavinas.